Venda de software da F5 aumentou 40% no segundo trimestre de 2022

A F5, Inc. (NASDAQ: FFIV), líder em soluções que garantem a segurança e a entrega de aplicações corporativas, anuncia o faturamento de US$ 634 milhões no segundo trimestre fiscal de 2022. A participação da receita de software nesse total cresceu 40%. O faturamento total sofreu uma queda de 2% em relação aos US$ 645 milhões obtidos no mesmo período do ano fiscal de 2021. Houve uma queda de 27% na venda de soluções baseadas em appliances que utilizam tecnologia de semicondutores.

O ano fiscal da F5 termina em 30 de setembro de 2022.

 

Para François Locoh-Donou, Presidente e CEO da F5, essa queda é explicada pelos acontecimentos globais que geraram uma escassez de componentes semicondutores, o que limitou a capacidade da F5 de entregar sistemas baseados em appliances. Por outro lado, o forte crescimento na receita de software superou as expectativas da F5 e chegou ao topo das previsões de lucro da companhia por ações não-GAAP. “Esse crescimento foi impulsionado pela contínua demanda dos clientes por segurança e entrega de aplicações em múltiplas nuvens”, explica o executivo.

 

De olho no futuro

 

Para o terceiro trimestre do ano fiscal de 2022, que termina no dia 30 de junho de 2022, François Locoh-Donou ressalta que F5 está consciente da forte demanda pelas soluções da empresa. Mas, em curto prazo, devido à contínua escassez de componentes, a capacidade da F5 de entregar soluções baseadas em sistemas continuará limitada. “Estamos trabalhando em todas as frentes possíveis para expandir a nossa disponibilidade de fornecimento, de modo a atender à demanda de nossos clientes”, garante François.

 

Dadas essas restrições da cadeia de suprimentos no curto prazo, a F5 tem expectativa de crescimento da receita na faixa de 1,5% a 4% no ano fiscal de 2022. Para o terceiro trimestre fiscal desse ano, a F5 espera uma receita na faixa de US$ 660 a US$ 680 milhões.

 

Lucro GAAP x Não-GAAP

 

O lucro líquido GAAP no segundo trimestre do ano fiscal de 2022 foi de USD 56 milhões, ou USD 0,92 por ação diluída, em comparação com o lucro líquido GAAP de USD 43 milhões, ou USD 0,70 por ação diluída, no segundo trimestre fiscal de 2021.

 

O lucro líquido não-GAAP no segundo trimestre do ano fiscal de 2022 foi de USD 131 milhões, ou USD 2,13 por ação diluída, em comparação com USD 155 milhões, ou USD 2,50 por ação diluída, no segundo trimestre do ano fiscal de 2021.