Um pouco sobre a hipocrisia da direita

Eu estava navegando pela internet quando me deparo com uma notícia do site Pragmatismo Político ( http://goo.gl/ssgEDl ) e então ao ler a notícia, várias coisas me incomodaram e resolvi escrever brevemente sobre um punhado de assuntos complexos que muitas vezes são pouco discutido e estudado pela direita.

1) Rico que comete crime não fica preso, be não é só esse homem aí, lembrem-se do Thor e de qualquer empresário que comprovadamente participaram dos crimes de corrupção.
Não fique aí quietinho na sua direita achando que isso não faz diferença na tua vida. Tudo que aumenta a pobreza no Brasil, reflete na tua vida em forma de violência, então sim, faz muita diferença na tua vida.

2) Vocês percebem a diferença de como ambos os casos foram tratados? Não vamos pensar em mídia, todo mundo sabe que a mídia só pega os casos que lhe convém para defender um argumento mesmo que tenham dados que comprovem que tudo não passa de uma falácia tendenciosa para defender os exclusivamente os interesses deles.
Vamos olhar essas fotos então, duas pessoas sendo que uma confessou e a outra negou o crime. E ambos receberam tratamento da polícia diferenciado. Um deles tu consideras lixo e o outro tu acha que venceu na vida só porque tem uma conta bancária maior que as nossas juntas.

hipocrisia-da-direita

3) “Este menor foi apreendido. Deveria ter sido morto”. Então basicamente tu resolve ignorar as leis e estimular que um crime seja feito. Isso não te tornaria o mandante do crime..? E logo, um criminoso..?

4) 'A hashtag deste cidadão é ‪#‎balaneles‬. Ele mesmo comenta, sobre os menores infratores: “essas sementes do mal precisam ser eliminadas”', além do caso 3 ser aplicado também temos que lembrar que muitos dos criminosos estão tão apavorados quanto as pessoas que estão sendo assaltadas. Eles roubam, assaltam por falta de oportunidades. Isso torna o ato deles aceitável? É claro que não! Mas e se estivéssemos na situação deles, como seríamos? O que faríamos?
Existem muitos lugares em Porto Alegre que sequer possuem saneamento básico, e não fique achando que são lugares obscuros que só demônios, pessoas cruéis, sádicas, e psicopatas que moram lá. Se eu e tu tivéssemos nascido na família errada, ou se, talvez uma tragédia acontecesse: Perdemos todos os conhecidos, família, amigos, empregos e bens, eu e tu iríamos parar em lugares assim, e se tivermos muita sorte, teríamos água encanada.
Então estamos lá, em um lugar esquecido por tudo e todos: políticos, sociedade, estado, e etc, e fosse nosso segundo dia sem água e sem comida, voltando pra "casa" apé e sem uma oportunidade. Quantos dias aguentaríamos? E se a situação se agravasse como ter irmãs/irmãos, mãe, pai, e olharmos pro lado e todos eles com fome e sede..? Nós recorreríamos a um roubo pra talvez termos o que beber e comer naquele dia? Aceitaríamos a proposta de vender, revender alguma droga, só pra termos o que comer nesse dia..? Talvez sim, talvez nosso ponto de pressão não seja tão "frágil", mas não reconhecer que um humano faz coisas erradas pra se defender e sobreviver, isso é hipocrisia.
Todos nós estamos passível a sermos criminosos se a maior merda da vida acontecer, o que vai nos diferenciar é quanto tempo aguentaríamos até fazermos algo errado.
É mais fácil entender quem assalta/rouba porque é até então a única forma que encontrou pra ter o que comer naquele dia, do que entender alguém que tem casa e comida garantidas e comete o mesmo crime.
O que a direita chama de "assistencialismo" eu chamo de "uma pequena dose das condições mais básicas pra sobreviver".

5) 'Uma cidadã afirma, também no facebook, que os pais são os culpados: “Os pais que querem transar, que se protejam para não colocarem esses vermes entre nós”' hipocrisia é tu imaginar que teu filho não é verme e o filho dos outros são vermes. Hipocrisia é achar que só quem tem dinheiro pode transar. Hipocrisia é tu achar que camisinha se tem em tudo que é lugar e gratuitamente.
Agora o que é engraçado mesmo é que muita gente da direita, são contra o aborto porque é um "crime contra a vida". Poxa, sério mesmo?!

Vamos só revisar alguns pontos:
Tu é a favor da pena de morte, tu acha que pessoas que roubam são pessoas cruéis e provavelmente não deveriam ser chamados de humanos. Tu acha que nada é culpa tua e que os "outros" é que são preguiçosos e não querem estudar, acordar cedo, e por isso eles merecem estarem nesses buracos desumanos onde moram. E que quem quer dialogar sobre o que leva tudo isso acontecer é quem deveriam adotar essas "pessoas" com o clássico ataque: - "pega pra ti! / Pega pra criar então!".
E mesmo tendo todos esses discursos tu te considera uma boa pessoa? Um cidadão de bem que não liga pras condições desumanas que as pessoas que te cercam vivem. Desumano é tu achar que as pessoas fazem maldades porque simplesmente sim, ou, porque são vermes e não humanos.
É claro, evidente e indiscutível que sim, existem pessoas assim, mas elas não são em toda essa quantidade que vemos por aí. Largamos crianças em condições desumanas não é de se estranhar que elas logo aprendam a terem uma apatia gigante por mim, por ti, e por qualquer outra pessoa. Apatia que por sinal tá cada vez mais presente em pessoas de direita, pessoas que tiveram boas oportunidades e os ditos cidadãos de bem. Se vocês sentem apatia por eles, indiferença e alguns, nojo, como não esperar que eles não sintam o mesmo por quem tem um vida extremamente mais humana que eles..?

É claro que pessoas que cometem crimes devem sim ficarem em reclusão e cumprirem suas penas, talvez devemos discutir o aumento de penas para crimes hediondos e juntamente revisar os crimes classificados como hediondos, já que há crimes que não contra a vida classificados como tal. Mas também não adianta encarcerar da forma como fazemos hoje, isso jamais trará resultados reais e bons.
É óbvio que queremos prevenir e não só recuperar depois que cometem algum crime. E pra dialogarmos sobre soluções reais é preciso deixar um pouco de lado essa tua direita surreal.

É inquestionável que tua dor, raiva, e todos os sentimentos que tu sente ao ser vítima de alguém, são sentimentos válidos, autênticos, legítimos, tu tens razão em sentir-se assim. Mas a dor do outro lado também é.

Temos que ter consciência que no Brasil não existe prisão perpétua e precisamos recuperar as que são recuperáveis e dar uma chance para que elas vivam com nós, em sociedade porque nós somos humanos, a gente gosta de se aglomerar e viver socialmente com todos.