Teologia da prosperidade e a lavagem cerebral das igrejas neo pentecostais

Igrejas são uma ótima fonte de renda, ainda mais levando em consideração que seu produto é invisível e a pessoa ou entidade que representam nunca irá vir desmentir o que falam em seu nome.
Os pastores sabem disso e justamente por isso se aproveitam para fazer promessas que jamais irão dar certo, e assim seduzindo pessoas a doarem para suas igrejas tudo que tem. Não são poucos os casos de pessoas totalmente desesperadas que acabam perdendo tudo por causa do envolvimento com estas seitas religiosas que pregam a teologia da prosperidade.

Com facilidade, num momento de fragilidade ou desespero, os pastores e obreiros das igrejas neo pentecostais identificam suas vítimas. Oferecem a solução de todos os seus problemas através de doações para as igrejas, e pronto, depois, se algo der errado, simplesmente significa que a pessoa não teve fé suficiente ou alguma outra desculpa similar.

Diversos relatos também confirmam que pastores usam métodos de coerção, assustando as pessoas a doarem tudo que tem e até o que elas não tem para estas seitas.

 

 

O problema maior está no resultado social que este processo de lavagem cerebral causa, afinal se você está usurpando os recursos de uma grande quantidade de pessoas para ampliar sua seita religiosa, você está tendo cada vez mais pessoas para vitimizar através de sua seita.
Por terem uma grande quantidade de adeptos, começar a se tornar relevantes dentro até mesmo da política, buscando favorecimentos indevidos da sociedade e assim sucessivamente se enraizando como erva daninha, matando tudo que há de bom ao se redor, e neste caso ao redor das pessoas que aderem a estas seitas.