Talebã e o terror das mulheres no Afeganistão

Talebã é mais uma seita fundamentalista desenfreada e que desde sua existência como influência e controle político, exerceu o medo e ódio ás mulheres e a todos que não se declarassem e agissem de acordo com suas crenças extremistas.
Desde apedrejamentos, açoitamentos, assassinatos, estupros e destituição dos direitos básicos de ir e vir, as mulheres sob o regime do Talebã foram as maiores e perpétuas vítimas.

Agora com a retomada do caos no Afeganistão a partir da tomada a força do poder no país pelo grupo extremista religioso, o mundo observa em pavor, já antecipando o que está por vir.
Apesar do Talebã agora apresentar uma retórica mais branda para os jornalistas, é possível ver que nas entrelinhas eles fazem questão de ressaltar que irão agir de acordo com o que está recomendado no seu livro sagrado. Sendo assim, só se pode entender que pretendem voltar a agir de forma coerciva com as mulheres do país. No Afeganistão quem viveu mínimamente sobre o regimente religioso extremista não que voltar para a quela realidade brutal jamais, e portanto muitos buscam exílio fora do país, e com razão, suas vidas estão em risco eminente com o Talebã a solta.
Veja abaixo um vídeo curto da BBC sobre o assunto:

O enorme problema que é apresentado é justamente a crescente onda de extremismo religioso pelo mundo.
Até o presente momento, nenhum lider internacional, nenhuma iniciativa humantária e nenhuma entidade tiveram a ousadia de questionar qual a veracidade das crenças religiosas, e isso talvez fosse chocar muitas pessoas, mas o fato é que enquanto religiões seguirem tendo a liberdade de professar eventos falsos como se fossem realidade, inclusive acreditando em seres sobrenaturais, sem evidências de suas existências, as religiões seguirão sendo instrumento de desordem, de desigualdade e de desculpa para pessoas mal intencionadas usem da força para tomar o poder e sugjulgar os demais.
Em um mundo onde se fala tanto em tolerância religiosa, se perde um pouco o foco sobre o quanto religiões podem e em muitas vezes, são o motivo de intolerância de todo tipo de pessoa e todo tipo de comportamento.
Para que servem, se causam tanto sofrimento? Que evidências estas pessoas tem para alegar o que afirmam sem serem sequer questionadas?

Todo o progresso de 20 anos, que é um período curto, para uma país como o Afeganistão, agora está em risco, todas as liberdades, em risco. Em troca do que? De uma crença totalmente ficticiosa que não agrega e não traz nenhuma solução para ninguém.
Neste sentido, podemos concluír que, não somente o Talebã, mas muitas outras ordens, seitas, e entidades religiosas caem dentro da mesma categoria, e assim que amplamente questionadas, só lhes restarão a agressão como defesa, por não conseguirão, jamais, proporcionar dados que justifiquem suas crenças absurdas.