Sete barcos de garimpeiros portando armas de fogo atiraram contra indígenas da comunidade Palimiua na manhã dessa segunda

Sete barcos de garimpeiros portando armas de fogo atiraram contra indígenas da comunidade Palimiua na manhã dessa segunda. Há pessoas gravemente feridas.
A Hutukara Associação Yanomami (HAY) pediu apoio da Polícia Federal e Ministério Público Federal, além do Exército e Funai para que garantam segurança para a comunidade Yanomami e impeçam a continuidade da violência contra os povos indígenas. Depois do conflito moradores da região relatam que os garimpeiros ameaçaram voltar.
Até os profissionais do Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami (Dsei-Y) serão retirados da região devido à violência na área e a possibilidade de conflito iminente.

Relatório da Funai cita que garimpeiros em barco atiraram contra indígenas da comunidade Palimiu, na Terra Indígena Yanomami.

 

Este não é o primeiro conflito na região do Palimiú. Um ofício enviado em 30 de abril pela Hutukara relata que no dia 27 do mesmo mês ocorreu uma troca de tiros entre um grupo de Yanomami e oito garimpeiros, após os indígenas interceptarem uma carga de 990 litros de combustível. Não houve feridos.

Fonte G1