Sarau no Quarto, com Poesias Peruanas, no Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo

A poetisa Daniela Damaris

O CCCEV promove na noite de hoje, dia 08 de agosto, às 19h30, o tradicional "Quarta Tem Sarau no Quarto - Sentimentos de Mundo", apresentado pela poetisa Daniela Damaris.
Esta edição homenageia a poesia peruana, com destaque aos poetas Blanca Varela (1926-2009) e Cesar Vallejo (1892-1938).
O convidado especial para um bate-papo sobre o assunto em pauta será Romar Beling, poeta e jornalista que reside na cidade de Santa Cruz do Sul. O sarau ocorre na sala "O Retrato" e a entrada é franca.
Daniela Damaris – Nasceu em Agudo. Reside em Porto Alegre. Formada em Letras – Português e Literatura, e mestranda do curso de Teoria da Literatura da PUCRS, onde se dedica à pesquisa e análise da obra do poeta Élvio Vargas. Professora na área de Letras (português, literatura, inglês, redação). É poetisa, autora de Lótus (Alcance, 2010), Cais de Cítara (Pradense, 2011) e participa das antologias 2ºs Jogos Florais do Século XXI (aBrace, 2010) e VI Prêmio Valdeck Almeida de Jesus de Poesia (Bahia, 2011). Foi premiada com menção honrosa com o poema Soturna Conjuntura (Montevidéu, 2010), primeiro lugar com Monólogo (Petrópolis, RJ, 2010), quarto lugar com Soutache e Papiros (São Paulo, 2011) e classificação com Dueto Urbano (Bahia, 2011). Possui o blog artedepoetizar.blogspot.com , em que partilha poemas inéditos de sua autoria, apreciações de suas leituras e atividades culturais.
Romar Beling – Jornalista, editor da Editora Gazeta. Durante anos integrou a equipe de profissionais da Gazeta do Sul, com a qual ainda colabora. Formado em Letras, especialista em Literatura, com mestrado em Letras - Leitura e Cognição. Foi professor. Natural de Agudo-RS (Linha dos Pomeranos) e, atualmente, reside em Santa Cruz do Sul-RS. Autor dos livros A história de muita gente e Terra de bravos, este decorrente de pesquisa sobre os vestígios atuais da imigração alemã no Brasil, em virtude da qual viajou para todos os estados brasileiros que registraram imigração oficial de contingentes de germânicos. Em 2011, estreou na poesia, com a obra Noites em chamas (Editora Gazeta).