Saber Inglês - requisito indispensável no mundo globalizado de hoje

Ser fluente em Inglês significa ter um mundo de possibilidades à sua frente: os melhores livros, videos, filmes, estudos, etc - mesmo que não originalmente em Inglês, mas até mesmo os traduzidos de outros idiomas para a Lingua Inglesa - dificilmente são encontrados em Português ou leva-se anos até que sejam traduzidos para o nosso idioma. E com frequência, quando o são, nos fazem "vítimas" de traduções mal feitas, que deixam muito a desejar, quando não retiram totalmente o contexto da obra.

O desconhecimento da Lingua Inglesa, no mundo de hoje, gera nas pessoas um certo "encapsulamento": a pessoa que conhece apenas sua Lingua Mãe - a que aprendeu desde pequeno, o idioma local de onde nasceu e cresceu - estará limitando seu nível de acesso à informação, de estabelecer contato satisfatório com pessoas de outros países ou com diferentes tipos de cultura, bem como diminuindo suas chances de uma carreira profissional mais profícua.

O Inglês já é considerado por diversas Nações  ao redor do mundo como Lingua Franca, ou seja, linguagem para comunicação entre povos. Uma das boas razões para isso, é a simplicidade e construção lógica de sua estrutura gramatical. Mas não é só isso.

Por que o Inglês?

O Inglês é a língua oficial de cerca de 45 países da Terra, dentre eles o Canadá, Irlanda, Inglaterra, Estados Unidos, etc. Depois da Revolução Industrial no Reino Unido, lá pela metade do Século XVIII, com sua expansão no Século XIX, a Lingua Inglesa entrou em ascensão.

No Século XX, então, com o advento da Informática - palavra que traduz em um conceito a "automatização da informação", o Inglês tornou-se ainda mais presente no cotidiano até mesmo dos Países aonde a Lingua Inglesa não é oficial.

Sendo assim, no mundo de hoje, aonde a Tecnologia de Informação e, principalmente, a Internet está cada dias mais presente na vida das pessoas, o conhecimento da Lingua Inglesa tornou-se indispensável, pelo menos para aqueles que desejam um bom nível de desenvoltura e independência na vida em pleno Século XXI.

Quem não sabe Inglês, muitas vezes ao visualizar uma mensagem de erro ou de advertência em seu computador, não tem nem ao menos certeza se deve clicar no "Yes" ou no "No"! Ou seja, não pode-se deixar de considerar que o "analfabeto" no Inglês acaba sendo também um "analfabeto digital".

Sendo assim, fica a nossa dica: aprenda Inglês! Se possível, aprenda outras línguas, também! Imagina o grau de satisfação de uma pessoa que pode ler cada obra em sua lingua original!

Claro que é impossível alguém aprender todas as linguas faladas em nosso Planeta, uma vez que são quase 7000 idiomas existentes, mas começar aprendendo Inglês já pé de grande utilidade!

E o bom da Internet é que até pra isso ela pode ser útil: existe um enorme número de sites nos quais se pode aprender, estudar e praticar o Inglês online e gratuitamente!

Não perca mais tempo! Começe já!