Policiais agridem mulheres na Feira do Livro Feminista em Porto Alegre RS

Segundo relatos espalhados por toda a Internet desde a noite de domingo, policiais militares teriam agido com violência contra mulheres que participavam de uma apresentação artística da Primeira Feira do Livro Feminista em Porto Alegre no Rio Grande do Sul.
Segundo os relatos, até mesmo telefones, os quais foram utilizados para filmar a ação violenta dos policiais haviam sido furtados pelos próprios policiais, talvez para evitar a propagação das imagens que os identificassem.
Ao total, foram 9 mulheres feridas pela ação dos policiais.

Uma das mulheres estava grávida

Em entrevista para a RBS uma das meninas que estava lá afirmou - "O que aconteceu foi um abuso de força policial contra as mulheres. Foram nove feridas e quatro gravemente feridas. Uma das meninas estava grávida, foi feito um escudo humano para protegê-la. Dente quebrado, nariz quebrado, testa rachada, cabeça cortada, braço quebrado, perna esmagada". - Fonte G1

agressao_poa_400

Foto de uma das meninas agredidas

Segunda-Feira com protestos

mexeucomtodos

 

Cerca de 300 integrantes da Feira do Livro Feminista e Autônoma de Porto Alegre realizaram uma manifestação, no final da tarde desta segunda-feira, em protesto a ação de Policiais Militares (PM) na noite de domingo. As manifestantes partiram da praça onde um grupo de mulheres teria sido agredido, até a praça da Alfândega, onde ocorre a Feira do Livro. No local elas leram uma carta aberta com o relato sobre o ocorrido. - Fonte Correio do Povo

Manifestação Marcada para Terça

Uma nova manifestação está marcada para esta terça-feira na frente do palácio Piratini.

Ato pelo Fim da Violência contra as Mulheres e da Violência Policial.

O fato ocorrido na noite desse domingo dia 01/11 - uma brutal violência da polícia militar contra as mulheres na Feira do Livro Feminista - impõe à todas e todos nós uma reação imediata e firme, que manifeste nosso repúdio total a esse tipo de barbárie. Temos assistido a uma série de retrocessos contra os direitos das mulheres e esse é mais um dessa série. É necessário denunciar e exigir a garantia dos nosso direitos!

Abaixo Assinado pedindo Punição será entregue ao Governador

Além do ato, também já está acontecendo um abaixo assinado para ser entregue ao Governador do Estado, pedindo punição exemplar dos policiais envolvidos na agressão.

https://secure.avaaz.org/po/petition/Governador_Sartori_Punicao_dos_policiais_que_agrediram_as_mulheres_na_Feira_do_Livro_Feminista/

Resta agora saber se haverá justiça.