Para prever o futuro da humanidade é importante entender a evolução

Pensar no nosso futuro faz parte da consciência coletiva da sociedade humana, é claro que em muitos casos nem todas as pessoas estão, durante sua vida, pensando e agindo de forma que realmente demonstre este conhecimento sobre o coletivo. De qualquer forma,  as pessoas que refletem sobre este assunto gostam muito de especular sobre como será a forma humana daqui algumas centenas de milhares de anos, e porque somos uma espécie em evolução,assim como todas que estão vivas ainda no planeta, somos suscetíveis a mudanças físicas. Podemos especular que a forma do corpo humano pode sim tornar-se cada vez mais estranho para nós mesmos, por outro lado, as mudanças físicas podem não ter nenhum relacionamento a quanto ou não usamos uma parte do corpo.

Para explicar estas diferenças importantes sobre como funciona o sistema evolutivo e como com ele podemos analisar o futuro da humanidade o Atila Iamarino fez um vídeo de pouco mais de 15 minutos com uma explicação simples de entender. Este vídeo está muito bem elaborado, inclusive com animações e artes gráficas que ajudam a tornar o conteúdo mais fácil ainda de compreender.

 

 

 

É claro que entender como funciona o processo evolutivo que permitiu que serem complexos como nós humanos chegássemos até aqui faz parte importante da cultura global, sem ter essa noção de evolução, muitas pessoas ficam impedidas de compreender outras informações fundamentais sobre a vida na terra, na galáxia e no universo.
Estamos, todos em constante evolução, fazemos parte deste processo assim como todos os seres vivos e este processo é o que nos permite existir hoje, assim como todos os outros seres vivos que encontramos em nosso ambiente planetário.

Se existe um conhecimento que é ponto fundamental para a civilização compreender, este seria o principal, pois é a partir a compreensão da evolução da vida que podemos então expandir nossa visão para compreensão de todo conhecimento científico que relaciona o nosso atual presente com todos os adventos e acontecimentos de milhares e até, se analisarmos profundamente, bilhões de anos.