Os problemas enfrentatos pela Brasil para Vacinação da População

O surto pandêmico Brasileiro é grave. Com a interferência constante do governo através do presidente Jair, que diversas vezes fez até mesmo propaganda para medicamentos "preventivos" que em prática não funcionam, o presidente já havia gasto bastante dinheiro público na confecção destes medicamentos que além de não serem eficientes, poderiam em alguns casos até mesmo agravar a situação da pessoa caso viesse a ser contaminada. Pior que isso, ao oferecer um placebo para o povo, o povo se sentiu seguro em seguir as atividades no comércio e durante os feriados de ano novo e verão no Brasil as aglomerações e a insistência de muitos de ignorar as recomendações de uso de máscara  e outras precauções acabou por piorar e acelerar o contágio.
Ainda existe a suspeita de uma nova cepa do vírus Covid-19 que pode ser muito mais eficiente em contágio.

Apesar de todos os problemas causados pelo governo, inclusive com as mudanças de ministros, finalmente ficando com um militar que com suas próprias palavras disse desconhecer o SUS até assumir o cargo, o povo Brasileiro já tinha sentido que estaria desamparado com relação a pandemia.
Apesar dos governadores e prefeitos terem a capacidade de fazerem suas próprias decisões para impedir o alastramento do vírus, a grande maioria, por forte insistência dos empresários, decidiram não optar por medidas mais rigorosas de distanciamento social, permitindo boa parte do mercado a funcionar. Em Porto Alegre o prefeito eleito, durante campanha chegou a dizer que iria multar estabelecimentos que não abrissem. Agora o estado inteiro está em bandeira preta e todos os leitos de UTI ocupados com centenas de pessoas na fila para serem atendidos. O caos no sistema público de saúde chegou em seu limite máximo.

A esperança das vacinas, surgiu com o Dória promovendo a primeira vacinação em SP, porém depois de haver uma distribuição mínima de vacinas, o Brasil se depara com a triste realidade, que o governo chegou tarde para comprar as vacinas e as fábricas já estavam amplamente comprometidas com outras compras.
O resultado disso é que o processo de vacinação não prosseguiu como deveria, havendo uma pausa nas vacinações pelo país. Enquanto isso as mortes seguem crescendo pelo Brasil inteiro.

Apesar da aquisição de novas vacinas, apesar da aquisição de insumos, a distribuição, a produção de novas vacinas, ainda está demorando e o risco se torna cada vez maior.

O maior problema é que se não houver uma vacinação em massa em escala populacional suficientemente adequada, o vírus pode mudar e ai terá de ser elaborada  outra vacina, o que pode problematizar ainda mais o problema.

Como o governo Brasileiro através do presidente Jair não obteve ajuda, agora cabe aos estados e prefeituras resolverem o problema. Porém com os casos de morte e infectados aumentando diariamente, está cada vez mais difícil para toda sociedade Brasileira esperar. O medo, a ansiedade, a preocupação, os negócios, tudo está desmoronando. E para somar a catástrofe, o presidente Brasileiro altera e interfere nas estatais do país causando ainda mais desvalorização do Real Brasileiro, fazendo por sua vez, desvalorizar o poder aquisitivo do Brasileiro mais ainda.
Enquanto uns Brasileiros sofrem com a economia com inflação exacerbada, outros sofrem com a doença.

Criticado pelo mundo inteiro, Brasil está se tornando o país com a pior resposta a epidemia no mundo, onde até mesmo países que são tradicionalmente anticiência, estão já vacinando sua população.
O Brasil está lentamente, por causa do posicionamento ideológico do governo do presidente Jair, se tornando o último pais do mundo a ter solução para algo onde todos os outros países já estão em outro momento da pandemia.

A quantidade de pessoas sendo vacinadas não é nem um décimo do que precisaria para conter a pandemia.
O governo de Jair erra sem parar.