Os apoiadores de Bolsonaro não passam de agressores em busca de uma causa

Não é de hoje que vemos com espanto a forma como o pessoal de  verde amarelo, camiseta da CBF vem agindo, frequentemente com truculência, tanto online quanto nas ruas.  Basta uma pessoa expressar seu pensamento contra o Bolsonaro que logo haverá alguém para escrever algum xingamento, totalmente fora de contexto. O ódio é o que se destaca em todas as falas em todos os gestos.
Não é atoa que quando se começa a escrutinar quem são as pessoas que apoiam o Bolsonaro, encontramos personagem tão controversos. Pessoas que vociferam palavras de ordem, de progresso, que se colocam e se auto proclamam cidadãos de bem, mas quando se começa a verificar os fatos relacionados a vida destas pessoas, ou até mesmo a fala destas pessoas, frequentemente se descobre informações que demonstram que elas não tem respeito ao próximo, não tem respeito ás leis, nem a nada. São pessoas que são de natureza agressiva, em busca de uma causa, um alvo para dissiparem sua raiva.

A medida que o governo implode, o Bolsonaro não tem mais apoio político, restando apenas os apoiadores que são fanáticos e que cada vez mais parecem estar dentro deste perfil de agressor. Se você tem um vizinho que até hoje ainda apoia o Bolsonaro, mesmo depois de tantos erros, de tantas mentiras desmascaradas por tantos dos seus ex-aliados, tome cuidado.

Os casos e relatos são inúmeros. No inicio de fevereiro deste ano, um apoiador de Bolsonaro matou a marteladas  e esquartejou a namorada. Em novembro de 2019, outro apoiador de Bolsonaro matou um idoso a socos e pontapés em Balneário Camboriu,o motivo foi por divergência política, ou seja, o cidadão "de bem" assassinou um idoso para defender a ideologia do Bolsonaro. Como esquecer do MC Reaça, que espancou a namorada grávida antes de se suicidar? Ele fez música que foi utilizada em toda campanha do Bolsonaro. Outro Bolsonarista sacou uma arma durante uma discussão COM UMA MULHER, pessoas ficaram feridas e tiveram de ser levadas ao hospital, isso aconteceu no meio da Avenida Paulista, uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, que é uma das cidades mais movimentadas do mundo. Houve também o caso do Bolsonarista que matou o Mestre MOA, uma figura icônica da capoeira no Brasil.
Os Bolsonaristas homens são especialmente odiosos a mulheres, eles buscam sempre que possível fazer delas suas vítimas. Na Avenida Paulista também aconteceu outro episódio onde 3 Bolsonaristas agrediram uma mulher por passar pela manifestação que eles participavam. Ela foi imobilizada e enforcada pelos machões.
No Rio Grande do Sul Bolsonarista agride mulher a socos e pontapés durante manifestação e tem vídeos disso acontecendo, o que ajudou a identificar os agressores. Neste outro vídeo: Bolsonarista agride uma criança pobre.

Em outro incidente, Bolsonaristas agridem presidente da FUP, durante as eleições Bolsonarista suspeita, sem evidência alguma, de que urnas estariam fraudadas e agride mesária. Outro Bolsonarista deu tapa em cara de mendigo e filmou, ele era mesário do PSL, então partido do Bolsonaro. Outro Bolsonarista agrediu cinegrafista da Rede Record, e no próprio dia da liberdade de imprensa, bolsonaristas agridem reporters e fotografos e cinegrafistas da Globo, Estado e Folha de S. P.

O Brasil é o único lugar do mundo onde bolsonaristas agridem profissionais da saúde, e isso aconteceu durante uma manifestação pacífica e silenciosa, em homenagem aos colegas mortos.

Se formos pesquisar na Internet, os casos de agressões de bolsonaristas a todo tipo de pessoa, a lista é literalmente interminável. Fora as agressões físicas, existem também as agressões verbais que acontecem diariamente por todo Brasil, e na Internet pelas redes sociais, são incontáveis as vezes que bolsonaristas apenas entram em um grupo para ficar além de disseminando notícias falsas que recebem pelos grupos de Whatsapp, também ofendendo pessoas que postam coisas que revelam a natureza incompetente do governante Bolsonaro.

Agora, com a popularidade mais em baixa de toda sua curta trajetória como presidente Jair Bolsonaro perde aliados e apoiadores á uma velocidade recorde, seu nível de aceitação nas pesquisas populares despenca e só restam em seu apoio, os bolsonaristas que realmente buscam uma causa, um motivo para seguirem agredindo e se sentindo com o "dever cumprido". Se escondem atrás da bandeira Brasileira, atrás de lemas religiosos e de apoio ao presidente mais incompetente que o Brasil já teve o desprazer de eleger para poder seguir agredindo pessoas e chamar isso tudo de opinião política.

Estas pessoas não enganam mais ninguém, se ainda estão, de alguma forma apoiando um governo e um governante tão ineficiente, é porque gostam de se sentirem defendendo o indefensável, e estão dispostos a seguir agredindo as pessoas, pois a agressão é no final das contas o último refúgio dos covardes e ignorantes.