O que está sendo investigado sobre esquema de Rachadinha pela família de Bolsonaro

A justiça investiga um possível esquema de rachadinha, onde funcionários fantasmas recebem sem trabalhar, em troca dão um percentual do dinheiro para o provedor do cargo. No centro desta investigação está a família do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, incluíndo seus filhos, cunhada, amigos e familiares.
No episódio online do GregNews desta semana, Gregório Dudivier lista uma enorme quantidade de fatos que já foram descobertos e que corroboram de forma ampla para a tese de que Bolsonaro e sua família poderiam sim estar articulando uma rede de desvio de dinheiro público.
São inúmeros funcionários fantasma detectados, e até mesmo conversas gravadas falando sobre o esquema, que ao que tudo indica aconteceu de forma ampla durante grande parte da permanencia política do agora presidente Jair Bolsonaro, na política do Brasil.

É importante lembrar que durante a campanha eleitoral em 2018 um dos principais lemas era justamente o combate a corrupção. Se ficar comprovado que Bolsonaro e sua familia articulavam uma rede de corrupção será muito dificil que seus apoiadores sigam apoiando sua precária atuação como presidente do Brasil.

O que se torna mais chocante, caso as suspeitas se comprovem, é que o esquema é de um nível muito baixo de extorsão e enriquecimento ilícito através da utilização incorreta dos benefícios políticos, usufruindo dos cargos cedidos, para enriquecer.

Assista o vídeo e veja como é apavorante toda a situação e explica o motivo de tanta articulação por parte do presidente em tentar alterar as pessoas que estão envolvidas nas investigações para impedir que estes dados sejam investigados e que venham a tona públicamente.

É de fato lamentável que sequer exista a possibilidade de que o povo Brasileiro esteja sendo governado por alguém com um pensamento tão razo sobre a ocupação de um cargo público e eleito pelo povo.
Um golpe tão descarado, uma ação tão mediocre para arrecadar dinheiro é vergonhoso para todos, principalmente para o Brasil e para as investigações que demoraram anos para acontecer. Agora resta saber onde vai dar tudo isso, pois apesar de investigações ocorrerem, se trata do presidente do país que, por causa do cargo, tem amplos poderem para interferir e prejudicar ao máximo o andamento do trabalho investigativo.