O deputado estadual pastor Sargento Isidório que se diz ‘ex-gay’ revela: ‘não posso ficar junto de homem’

Responsável pela Fundação Doutor Jesus, centro de reabilitação para dependentes químicos localizado em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, o parlamentar se diz “ex-homossexual, ex-drogado e ex-bandido”.
Durante entrevista para o Bahia notícias o pastor compara ser homossexualidade com ser bandido.

pastor-isidoro-1

o pastor e deputado Isidório (PSB)

Claro que eu tenho medo de recaída. Eu não posso ficar junto de um homem muito tempo porque a carne é fraca. Daqui a pouco o que é que pode acontecer? Então, eu não vou chegar aqui e ficar brincando com fogo. A Bíblia diz que nós devemos sair da aparência do mal. Jesus me livrou do homossexualismo, mas Jesus não está mandando eu voltar e ficar lá agarrado com homem não. Se eu deixei de ser ladrão, como que eu vou continuar no meio de ladrão? Se eu deixei de ser qualquer coisa ruim, eu tenho que me livrar dessas coisas ruins para evoluir para o bem.

São declarações que demonstram sua deficiência em conseguir ser de fato um representante do povo, no qual um grande percentual de homossexuais constituem a população. Se para o pastor ser homossexual é algo "ruim" então certamente sua capacidade de operar em um cargo público fica dramaticamente comprometida em função de sua crença religiosa, único motivo pelo qual o pastor afirma ter este posicionamento.
Porém o povo Brasileiro como um todo não é evangélico e esta enorme parte da população certamente não está sendo levada em consideração enquanto este pastor toma decisões que consomem dinheiro público pago inclusive por homossexuais.

Vejam a entrevista completa no site do Notícias Bahia.