Mulher presa por remover Hijab no Tehran recusa se arrepender apesar de possível sentença de 10 anos de prisão

A heroina Narges Hosseini que foi presa por protestar o uso de hijab obrigatório se recusou a aparecer na corte para responder por acusações que podem dar a ela 10 anos de prisão, entre as acusações está "encorajar imoralidade e prostituição"!

A Srta Hosseini não apareceu na corte para expressar remórsio por suas ações. Ela disse que se opõe a usar hijab e considera seu direito legal de expressar seu protesto - disse a advogada dela Nasrin Sotoudeh ao Centro de Direitos Humanos do Iran em 5 de fevereiro deste ano (2018).

Hosseini de 32 anos está detida desde 29 de janeiro porque ela não tinha os US$135,000 para pagar a fiança, fiança estabelecida pelo juiz presidindo seu caso.
Ela foi presa por postar um foto dela mesma na redes sociais em pé em um banco de praça segurando seu lenço branco como uma bandeira na rua de revolução de Tehran.

Por causa de leis medievais no Iran, as mulheres até o dia de hoje são forçadas a cobrirem seus cabelos e corpo.

" A Srta Hosseini está sendo mantida em circustâncias dificeis na prisão de Gharchak ao sul de Tehran mas ela não está preparada para se desculpar" Stoudeh, um proeminente advogado dos direitos humanos disse para o CHRI. "Ela acredita ser inocente".

 

Hosseini enfrenta acusações de "abertamente cometer ato pecaminoso" e "violar a prudencia pública" e "encorajar imoralidade e prostituição".

Desde o final de janeiro de 2018 pelo menos 29 pessoas foram presas pelas cidades do Iran por se justarem ao movimento das meninas da rua da revolução "Girls of Revolution Steet" e terem postado fotos suas com o cabelo descoberto.

Oque fica claro é que países como o Iran são muito atrasados e as pessoas que vivem lá já não aguentam mais tanta lei absurda, principalmente as mulheres que são vitimas de uma opressão tremenda naquele pais.

O movimento das Girls of Revolution Street é só o começo e já deu margem para que o debate iniciasse no país inteiro. Este tipo de lei precisa acabar no mundo inteiro!

Se você quer protestar, mande uma mensagem para a embaixada do Iran no Brasil.

Segue o link da página para deixar a mensagem!
http://comment.mfa.gov.ir/index.aspx?fkeyid=&siteid=453&pageid=22691

Fonte: https://www.iranhumanrights.org/2018/02/woman-arrested-for-removing-hijab-in-tehran-refuses-to-repent-despite-facing-10-years-in-prison/