Karol Conka teve o maior índice de rejeição do programa Big Brother Brasil

A artista que outrora foi tão elogiada por sua música, agora, depois de participar poucas semanas em um reality show no Brasil, o Big Brother, perdeu milhares de seguidores, talvez até contratos e saiu do programa por votação popular onde obteve 99,17% de rejeição. Caracterizando a maior rejeição dentro de um Reality Show.

O programa é um líder de audiência, porém, ao começar a ter celebridades e sub-celebridades em seu cast, cresceu mais ainda. O programa mostra que por um lado, existe uma parte da população que se interessa e presta atenção em pautas ao ponto de pessoalmente se envolverem, através da votação.

Apesar de em outras esferas políticas e sociais a divergência entre a população Brasileira seja grande, neste programa, a rejeição foi unanime praticamente através do público inteiro.

Tudo aconteceu por causa da forma como a artista se comportou com os demais dentro do programa, que é televisionado ao vivo para milhões de assinantes e até mesmo fora do Brasil. Para quem está dentro do programa, é difícil saber se a estratégia tomada para chamar atenção está dando resultado, as pessoas só podem supor que quem está do lado de fora da casa está apreciando sua participação querendo impulsionar sua presença no programa até o final onde recebe então o prêmio. Evidentemente a forma como Conka agiu dentro do programa não foi de forma alguma bem aceita pelas pessoas de diversos níveis sociais.

 

O problema está quando as pessoas confundem televisão com realidade e querem além de votar para tirar a moça, ofender ela de várias formas, quando extrapola para a realidade e a artista se vê recebendo ofensas de todo tipo e sendo até talvez ameaçada, percebemos o quanto nociva pode ser a exposição de mais, ao mesmo tempo, o quanto as pessoas se envolvem de mais.

O que chama atenção no vídeo de Kauê Moura é a comparação a política Brasileira, onde se o povo Brasileiro visse 100% do que acontece na presidência do país, o nível de rejeição do presidente seria enorme, ainda maior do que já é neste momento. E neste sentido, ele tem razão, não a toda que existem diversos mecanismos e ferramentas que o presidente usa para criar eternas cortinas de fumaça para não transparecer os infinitos erros de sua gestão.

Outro vídeo que aborda a questão da eliminação da Karol Conka é o vídeo do Meteoro, este faz uma analise mais profunda sobre toda questão social. Muito interessante de assistir.