Humanidade digital fará dados serem perdidos para arqueólogos do futuro

O que seria da gente sem as informações que temos do passado? Muito do que aprendemos hoje faz parte de descoberta de documentos do passado. Na era digital estes documentos se perdem. Basta um servidor sair do ar sem haver um backup e acabou. Tudo se foi. Apesar da tremenda facilidade de se fazer backups e cópias, ainda existem questões mais precupantes como por exemplo as ferramentas que utilizamos para visualizar estes documentos.
É possível se prever que em 100 anos a tecnologia já não irá conseguir laer os arquivos de agora.

Obras que foram compostas de cartas no futuro não serão opção. Afinal emails e SMSs são excluídos e perdidos. E mesmo que estejam armazenados em algum lugar, dificilmente um humano do futuro terá a tecnologia para conseguir ler os arquivos.

imagem_internet

A melhor recomendação é que sejam impressos em meios físicos os arquivos que queremos guardar para a posterioridade. Arquivos reais de fotos, livros, textos, vídeos e tudo mais que produzimos poderão ter maior chance de sobreviver para o futuro. É claro que isso não vai acontecer. É justamente a facilidade de produzir tudo isso de forma digital que possibilita existir hoje tanto conteúdo produzido. Se tivessemos de imprimir todos os blogs e textos e cartas já escritos no mundo digital faltaria papel talvez? E nem isso garantiria a sua vida no futuro. Historiadores e pesquisadores muitas vezes levam anos até se darem por conta da importância de uma eterminada informação.

Outra solução que é considerada por muitos o futuro é a adaptação dos conteúdos para se adequarem a novas tecnologias, mas da mesma forma, muito seria perdido.

O que será dos futuros arquiólogos que encontrarem por ventura uma pilha de computadores enterrrados dentro de estruturas?

Essa foi a temática da palestra do Dr. Vinton Cerf, vice presidente do Google na American Association for the Advancement of Science na capital do Silicon Valley, San Jose, California segundo o Indian Times

O futuro das informações pode ser incerto, mas a preocupação e a busca de uma solução precisa receber reflexão desde já.

O que você faria se perdesse tudo? E o que você acha poderia ser feito para assegurar o futuro das nossas informações?