Filme de Edir Macedo fracassa com público apesar de pastores distribuírem ingressos

Já era de se esperar que os pastores das igrejas fossem comprar todos os ingressos e distribuir aos fiéis, porém o que não se sabia é que os fiéis não iriam ir nos cinemas assistir o filme. Aparentemente as pessoas não estão nem ai para a história do pastor que já foi preso por curandeirismo.

Salas de cinema vazias e ingressos lotados marcam a realidade do filme que retrata a vida de Edir Macedo, ninguém, nem mesmo os seus fieis, querem assistir o filme, mesmo sendo de graça.

Uma reportagem do O Globo foi nos cinemas e constatou o que muitos previam, cinemas vazios mas ingressos esgotados.

O curioso fenômeno se repetiu pelo pais todo, e nas redes sociais já é motivo de chacota em grupos de ateus e livres pensadores.

Relatos de pastores dando ingressos a todos do culto, e pessoas com números absurdos de ingressos para doação surgem pela rede social confirmando ainda mais o total desinteresse do público em assistir o filme.

O pastor da minha igreja na Rua Riachuelo (Centro) deu ingressos para todos que estavam na última reunião — disse Maria Gomes ao O Globo, que distribuiu algumas entradas da "cota" de sua família na frente do Espaço Itaú de Cinema. - Leia mais no site do O Globo

Edir Macedo, após ser flagrado pela Globo alguns anos atrás rindo com outros pastores ao contar dinheiro, posteriormente fazendo o "Templo de Salomão" onde não pagou os impostos devidos, e com diversos pastores de sua igreja efetuando crimes de todos os tipos, tem uma legião de fiéis que não são tão fieis assim.

Apesar do fracasso do filme já ter sido previsto, com as confissões online de distribuição de ingressos, e posteriormente a constatação continuada de salas vazias demonstra o quanto frágil pode estar toda a igreja do pastor.