Fazendo sentido do Google Plus

O Google Plus na verdade começou com o botãozinho do +1. Este botão foi distribuído através de uma massiva divulgação do Google em todos seus meios de comunicação.
Rapidamente o número de sites que exibiam o Botão do +1 se tornou quase equivalente ao numero de sites c0m 0s botões de recomendação para o Twitter e Facebook que levaram meses para terem sua popularidade e presença em formato de botões nos sites.

Em seguida o Google começou a liberar convites para o Google Plus, e quem tinha acesso poderia convidar 100 pessoas, ou mais, caso bem diferente do lançamento do Gmail e do Orkut onde a quantidade de convites era bem menor. Foi perceptível que o Google desejava ter um volume grande de assinantes deste serviço o quanto antes.

Enquanto tudo isso acontecia, a integração com o Twitter nas buscas do Google foi cancelada, se lembram que por um tempo o Google exibia nos resultados de pesquisas os Twitters que haviam recomendado aquele link?

Agora, já podemos ver um resultado similar, onde os resultados de pesquisas no Google exibem os usuários do Google Plus que recomendaram o conteúdo.

Recentemente se tornou possível compartilhar Círculos, ou seja, você pode, com o arrastar de seu mouse, compartilhar um grupo gigante com outras pessoas que podem simplesmente clicar em "adicionar circulo" e pronto, passam a seguir todas as pessoas recomendadas.

O Google, talvez por ser bem mais experiente com informações, sabe como o volume de pessoas compartilhando e colaborando pode gerar informações importantes para determinar a relevância e importância das informações na Internet.

De algum tempo para cá, devido ao grande volume de pessoas que sigo estou a cada dia vendo mais resultados na busca do Google que foram recomendados por pessoas que tenho circulado em algum grupo no meu perfil do Google Plus (não sei se é todo mundo que vê isso?! Mas precisa estar logado no Google.).

Se torna bastante evidente que o Google Plus veio para ficar, e embora existe ainda muitas questões a serem decifradas sobre sua verdadeira função e ainda falta para empresas e negócios conseguirem identificar como ter melhor presença, o Google Plus é uma ferramenta que parece ter vindo para ficar de verdade.

Sistemas como o Google Buzz, similar ao Yahoo Buzz e muitos outros, nunca tiveram o aspecto englobalizador que  o Google Plus está tendo, pois sua presença está presente em quase tudo, até mesmo dentro dos anúncios do YouTube.

Como cidadão da Internet, acho importante, principalmente para quem realmente quer compartilhar informações, prestar bastante atenção no Google Plus, se cadastrar e participar para conhecer um pouco mais da rede social do Google.

Estar presente, neste caso é melhor do que não estar presente.
O fato é que é nítido a importância que a ferramenta tem para o Google, e isso pode acabar se refletindo mais ainda nos resultados de buscas, o que é importante para todo mundo.

Também é nítido a relevância que seus círculos passam a ter nos resultados de buscas que você vai fazer. Quanto melhor for a qualidade dos seus circulados, melhor será a qualidade dos conteúdo enviados.
Por exemplo, pessoas com menos experiência em Internet são mais inclinadas a caírem em golpes de correntes do que quem já passou por isso, portanto podem estar marcando com o +1 sites com conteúdos menos confiáveis, e até mesmo sites com vírus, pirâmide ou correntes.

Na verdade é impossível prever que tipo de relacionamento as pessoas vão desenvolver com o Google Plus, mas podemos ter certeza que é uma ferramenta suficientemente sólida para cumprir suas tarefas, e está tornando todos os aplicativos e opções do Google ainda mais interligados de forma publica, gerando valor a todas estas conexões. Antes era apenas o endereço de Email que lhe servia como passaporte para o maravilhoso mundo do Google, hoje além do Email seu envolvimento e engajamento online com conteúdos variados e informações podem ser publicamente expressados, ou apenas compartilhados para círculos seletos.
Enquanto que outros sites mais antigos como o Twitter e o Facebook já são mais "manjados" e as pessoas já estão mais acostumadas com eles, é possível que ainda que leve um tempo, as pessoas acabem migrando para o Google Plus por causa de sua vantagem de ser integrado com dezenas de serviços oferecidos pelo Google.

Para quem ainda não utiliza o Google Plus, recomendo que façam seu cadastro e experimentem, nunca se sabe se no futuro, saber usar o Google Plus pode se tornar uma vantagem na hora de conseguir um bom emprego, como é hoje em dia nas empresas grandes, que desejam ter funcionários que conhecem estas novas tecnologias.

Se você acha que o Google Plus não vai ter o sucesso que outros sites de Redes Sociais tiveram, por favor comente abaixo e se possível de sua justificativa. Muito obrigado!