Evitar disseminação de notícias falsas é fundamental iniciativa online

A Internet é um lugar incrível. Permite que qualquer pessoa possa criar uma iniciativa digital para publicar seus conteúdos e com isso disseminar informações e conteúdos diversos.
Desde o seu surgimento dentro do segmento comercial, a Internet sempre foi a promessa de vendas rápidas e principalmente de informações e aprendizado.
Em algum momento as coisas saíram um pouco dos trilhos. Enquanto ao mesmo tempo se via as barbaridades cometidas por religiosos extremistas pela mundo, o caos do aquecimento global se aproximando, também começaram a surgir cada vez mais informações falsas na Internet, diversos foruns anônimos e até mesmo websites com características jornalísticas disseminando informações incorretas e muitas informações não verdadeiras. Ao mesmo tempo as redes sociais estavam crescendo e se tornando fortes influenciadores, permitindo a disseminação e propagação de notícias diversas.
Neste momento foi armado o cenários onde se tornaria possível influenciar pessoas através da publicação de notícias falsas utilizando a redes sociais como mecanismo de relacionamento entre notícias e pessoas que teriam o perfil de consumir e acreditar nestas notícias.

Rapidamente as bolhas de informação da Internet surgiram, onde pessoas ficam apenas sendo direcionadas para consumir online conteúdo que seja diretamente relacionado com o que ela já está vendo, sendo assim, é muito mais fácil de ficar consumindo cada vez mais notícias falsas e acabar acreditando que aquelas informações incorretas são as únicas informações.
Entidades se aproveitaram desta fraqueza no sistema para interferir e influenciar decisões em eleições no mundo inteiro, causando um enorme retrocesso, fazendo serem eleitas pessoas que tinham pouca ou nenhuma qualificação, e fazendo com que uma grande quantidade de pessoas aderissem a movimentos políticos e sociais que eram baseados principalmente em mentiras. Relacionando ideias irracionais com crenças religiosas, valores e misturando estas coisas como se fizessem parte do mesmo pacote. Quem acredita em X também deve apoiar Y por exemplo.

O problema é que para manter estas maquinas de notícias falsas funcionando, estas pessoas precisam de dinheiro, e usam ferramentas que são comuns na Internet para obter retorno financeiro com suas publicações.
Anúncios, ferramentas de arrecadação de dinheiro, monetização em geral de conteúdo. É neste momento que um movimento novo e muito importante surgiu, o Sleeping Giants.
esta iniciativa começou a proativamente entrar em contato com empresas que muitas vezes sem saber, estavam indiretamente anunciando nestes sites. As empresas por não quererem ter sua marca veiculada a notícias falsas acabaram removendo os anúncios, e isso vem acontecendo sistematicamente. No momento que as empresas percebem que estão sendo anunciadas em sites que disseminam notícia falsas, evidentemente começam a remover seus anúncios. Mais do que isso, existem redes sociais como o Twitter, Facebook e Youtube que estão desmonetizando vídeo assim como em alguns casos eliminando as contas.
O resultado é que para quem veicula informações falsas, a vida começa a ficar cada vez mais complicada, e sem meios de obter lucro pela disseminação de mentiras, se torna um negócio falido.
Greg News fez um programa falando sobre o Sleeping Giants que demonstra de forma fácil de entender como operam e como funciona para evitar que notícias falsas sigam sendo publicadas na Internet.

 

O que aprendemos com tudo isso é que, novamente, a Internet consegue de forma rápida se regenerar e reagir a ações erradas, como é o caso da disseminação de notícias falsas.

Com iniciativas como a dos Sleeping Giants, agora se torna cada vez mais difícil e financeiramente desinteressante publicar conteúdo falso na Internet e ao mesmo tempo, pessoas que publicam conteúdo e que tem qualquer intenção de monetizar seu conteúdo precisam ter cuidado com o que publicam.