Estaria o SEO com os dias contados?

Existem muitas pessoas que já dizem que a "febre" do SEO vai acabar, ou que já acabou.
Por trás destas palavras eu acredito que exista um fundo de verdade. Vou explicar por que:

Quando o SEO começou existiam duas coisas na Internet que promoveram esta iniciativa, de um lado ficavam os sites de busca, que pediam para desenvolvedores de sites itegrarem alguns elementos em seu site, e implementarem algumas mudanças na forma como seus sites eram construídos, estas solicitações na verdade foram a forma como os sites de busca tinham para instruir e ajudar a transformar os sites em mecanismos que pudessem ser indexados por seus crawlers e robôs de forma correta ou pelo menos o mais perto disso.
Não podemos esquecer que antigamente, qualquer pessoa com um Netscape Composer podia criar sites facilmente em uma interface visual, sem precisar saber nada de código. Isso não significa que os sites eram bons, ou que eram bonitos, mas eram sites!

A grande variedade de formatos, modelos, conceitos e utilização de tecnologias impossibilitava os sistemas de busca de conseguir interpretar todas as informações da melhor maneira possível, e o resultado era ter páginas as vezes não tão relevantes as pesquisas sendo exibidas como resultados de busca.

No outro lado existiam os desenvolvedores que começaram a perceber que ao desenvolver sites com tecnologias e conceitos que favorecem a indexação em sites de busca, os sites desenvolvidos indexavam "melhor" que os sites que não seguiam as diretrizes informadas. E quanto mais bem indexado o site, mais pessoas acessavam seus sites por recomendação dos motores de busca. Então se tornou extremamente vantajoso saber o máximo sobre SEO.

Foi então que surgiu o termo de "otimização para sites de busca". E existe até hoje.
Empresas de web ainda hoje focam as vezes na tecnologia errada, ou em um conceito artístico ultrapassado para a estrutura de publicação de conteúdo, isso pode acontecer por vários motivos, mas no geral sites desenvolvidos sem a preocupação de interagir de forma correta com motores de busca são desenvolvidos assim por falta de conhecimento dos desenvolvedores.

Embora ainda existam muitas empresas que insistem em fazer sites que não tem o mínimo de estrutura para receber os sistemas de busca, a grande maioria das empresas que realmente valorizam a Internet e se sentem responsáveis por transformar a Internet em um ambiente  inteligente de verdade estão desenvolvendo sites que englobam todas as necessidades modernas da Internet.

As tecnologias e abordagem utilizadas na construção de sites embora sejam muito variadas, demonstram que existe um padrão que precisa ser seguida por todos os sites que desejam ter seu conteúdo indexado da melhor forma possível nos motores de busca.

A tecnologia e os conceitos utilizados, enquanto novos, eram considerados conhecimentos vantajosos, mas hoje com o conhecimento das ferramentas e possibilidades mais difundidos e disseminado entre os desenvolvedores, é possível que em um futuro não tão distante, todos os sites possuam as ferramentas ideais para serem devidamente indexados.

Quando o SEO virar padrão,  e todos os sites tiverem tecnologias que permitem serem rastreados pelos mecanismos de busca, o que vai importar mesmo em um site é a qualidade real de seu conteúdo.

Aos poucos, a grande quantidade de sistemas de busca foram sumindo e foram ficando apenas alguns. Então prestar atenção nas diretrizes dos sites de indexação está ficando cada vez mais fácil, pois o número de sites é menor.

O que você acha? SEO já era? Por favor envie seus comentários abaixo!