Especialista explica como a chegada do 5G vai impactar os hábitos de consumo

Tecnologia é uma das mais promissoras e deve contribuir para a evolução do phygital, unindo os ambientes físicos e digitais com mais segurança, velocidade e estabilidade, favorecendo a omnicanalidade

A chegada do 5G - sinal de telefonia móvel que vai propiciar mais velocidade, estabilidade e múltiplas conexões simultâneas - é crucial para a transição da indústria 4.0, que engloba um vasto sistema de tecnologias avançadas como Inteligência Artificial, Robótica, Internet das coisas e Computação em Nuvem. Todas estas tecnologias, impulsionadas pela 5G, vão contribuir de forma positiva com a forma como interagimos e fazemos negócios.


“Prevejo um momento exponencial de automação, eficiência e customização de produtos e a alta velocidade de conexão 5G, sintonizada à uma baixa latência e a possibilidade de inúmeras integrações, fará com que o controle sistêmico das coisas seja facilitado, otimizando as tecnologias digitais”, afirma Ezequiel Giovanella, head de produtos da FortBrasil, administradora de cartões de crédito especialista em plásticos private label.

 

Para ele, o 5G é mais uma das tecnologias mais promissoras que contribuirá para a evolução do phygital, unindo os ambientes físicos e digitais com mais segurança, velocidade e estabilidade, favorecendo a omnicanalidade. O maior benefício será a melhoria da conectividade e velocidade da troca de informações e transferências de dados, simplificando etapas burocráticas da jornada de compra e pagamento, como reduzindo tempo de carregamento de páginas “pesadas”, checkouts que se encerram quando a conexão “cai”, entre outras situações. Conforme ele relata, o abandono de carrinhos de compra tende a diminuir porque a capilaridade de rede aumenta em abrangência e qualidade.
“Para o varejo B2B e B2C, a nova rede deve proporcionar uma compra ainda mais completa e rápida; o consumidor terá uma experiência ainda mais eficiente. O 5G será importantíssimo fomentar projetos de Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IOT), que podem dar origem a novas oportunidades e, principalmente, possibilitar que o varejo se beneficie de tecnologias mais modernas”, acredita. Giovanella complementa que a 5G permitirá mais qualidade na prestação dos serviços, como realidade virtual, live commerce, live marketing e o tão esperado metaverso.

 

Mas ele ressalta que há um outro lado: novas tecnologias têm um preço e o acesso do consumidor a esta tecnologia ainda enfrentará o desafio de democratização. “Esta tecnologia, que já está discretamente disponível, não é de baixo custo nem de fácil aquisição comercial”, elucida o executivo. “Penso que este é o momento de testar e manter-se atento às novidades para identificar os caminhos que conversam com cada negócio e público, visando sempre experiência e resultados”, diz o especialista.

 

Giovanella finaliza revelando que todas as soluções de produtos da FortBrasil já estão sendo pensadas e desenvolvidas levando em consideração a chegada do 5G. Ele destaca o pagamento via contactless, que são aqueles em que o cartão, smartphone ou smartwatch são aproximados da maquininha para aprovar a transação de compra. “Nosso objetivo é proporcionar aos clientes uma experiência cada vez mais digital. Como pontapé inicial, lançamos em junho para nossos parceiros lojistas do Credfácil um novo portal - um ambiente de autoatendimento e gestão do negócio do lojista, já preparado para rodar no 5G, com mais velocidade de conexão, digital, mais potente e com menos riscos de instabilidade”, conclui Giovanella.

 

Por conta dos desafios regulatórios e tecnológicos, Giovanella ressalta que ainda não se sabe o prazo exato para que a tecnologia 5G esteja disseminada em todo o país. Mas, segundo a Anatel, a promessa é de que no 2º semestre inicie-se uma grande expansão.