Download, copiar, transformar e combinar - Hermeto Pascoal a frente do seu tempo

A noção de que artistas são completamente únicos e exclusivos é em grande parte incorreta. Em maioria dos casos, os artistas em geral se valem de informações compiladas anteriormente por outros artistas. Sejam técnicas de pintura ou escultura, assim como a música.

Artistas são influenciados por outras músicas, outros artistas, onde ocorre evidentemente um processo de aprendizado. Novas melodias, novas técnicas, novas maneiras de produzir música. Tudo isso faz parte do processo evolutivo da música, apesar de ainda termos tribos com os instrumentos mais rudimentares, também estamos com uma capacidade em equipamento para transformar a música de forma jamais explorada.

Tudo é um processo evolutivo e entender isso pode ser significativo no que diz respeito ao mundo musical, assim como cientistas são incentivados a publicarem e compartilharem suas descobertas para o bem de toda comunidade que poderá gerar novas pesquisas em cima dos dados das pesquisas já realizadas, a música e a arte em geral é sem duvidas uma espécie de laboratório no qual o produto final revela em muitas vezes o processo de criação para um outro profissional treinado da área, assim como a observação de um quadro permite em muitas vezes determinar quais as técnicas e misturas utilizadas na tinta para um olhar treinado e experiente.
Neste clima convido vocês a assistirem o vídeo abaixo:

 

A noção de que tudo e compartilhável faz muito sentido, principalmente se analisarmos todos os processos onde isso realmente acontece, é praticamente impossível negar que acesso livre a informações ao ponto de se poder explorar uma ideia de outra pessoa para gerar uma nova ideia faz total sentido e é na verdade o nosso processo criativo como humanos.
Agora que estamos realmente começando a entender como tudo funciona, evidentemente precisamos olhar de novo para o nosso atual modelo de valorização e organização artística, técnica, intelectual e factual. Precisamos  incentivar a colaboração, precisamos incentivar   o aproveitamento de ideias, mas não podemos roubar ideias.
Então é preciso haver um certo desapego do criador com sua criação? Saber se colocar como parte de um processo evolutivo é uma grande mudança na visão de si de um artista, o qual deixa de se considerar como produto final, e passa a ter sua obra como parte de um processo, ou seja, além de ser uma obra completa, passa a poder ser milhares de obras se for recombinada.

Eu tenho incentivado a ideia de que conteúdo livre  deveria ser distinguido do que for restrito por direito, para assim ajudar nas escolhas das pessoas ao tipo de conteúdo ao qual elas estão acessando.

Hermeto Páscoal é um dos artistas mais importantes do cenário musical, sempre a frente do seu tempo tanto em melodias quanto em utilização de instrumentos musicais inusitados. Um verdadeiro gênio da música Brasileira. Agora inova com sua atitude futurista de doar um grande acervo de suas músicas.

O bilhete, escrito à mão por ele, é uma autorização válida que documenta essa iniciativa de liberação dos direitos autorais do músico.  Nele, Pascoal deixa também um recado a quem for usufruir da ação: “Aproveitem bastante”. Ao todo são 614 músicas disponíveis para gravações totais ou parciais. - Catraca Livre

Com esta ação, vindo de um músico com o calibre que tem o Hermeto, podemos ver a perspectiva de um artista muito experiente, conhecedor de todas os segredos de sua profissão tomando uma iniciativa totalmente radical e inteligente com relação ao seu trabalho.

Certamente o caminho da musica e conteúdo livre é o mais importante e que trará melhores resultados para o aprimoramento de tudo que se possa imaginar. Mesmo que o Hermeto tenha musicas perfeitas, elas poderão ser reproduzidas de inúmeras maneiras, e talvez grandes inovações em outros circuitos de música comecem a surgir, afinal o repertório disponibilizado é imenso e muito variado.

Quem quiser fazer download das músicas pode acessar a página do Hermeto Pascoal
http://www.hermetopascoal.com.br/downloads.asp