Documentário: BBC revela venda ilegal de terras na Amazônia pelo Facebook

Uma reportagem da BBC Brasil feita com repórteres a paisana, fingindo serem compradores de terras, acaba descobrindo todo um esquema de apropriação e venda de terras ilegais no Brasil.
A quantidade de terras queimadas, devastadas e usurpadas apesar de estarem em reservas ambientais, é preocupante. Os comerciantes contam amplamente com a impunidade para seguirem fazendo seu negócio ilegal.

O Brasil está com o maior índice de desmatamento desde 2008, ao mesmo tempo, os invasores de terras publicas, tem o incentivo de desmatar porque o desmatamento valoriza até mais de 300% o valor da terra.

O que mais surpreende mesmo é que, o desmatamento, as vendas de terras ilegais, acontecem ás vistas de todos. As terras estão sendo anunciadas no próprio Facebook, que não tem ferramentas para verificar a veracidade de propriedade da terra e assim como outras ferramentas de anúncios também não possui nenhuma ferramenta de verificação de veracidade da legalidade da venda para permitir colocar o anúncio.

Então, além de usurparem terras públicas, desmatar e destruir a fauna e flora local de propriedade nacional, conseguem vender usando ferramentas totalmente abertas e acessíveis a todos.

Não é preciso informar que estas práticas reveladas pelo documentário são totalmente ilegais no Brasil, porém é importante lembrar que existe no governo Brasileiro toda uma comunidade de políticos que atuam para assegurar que estas práticas continuem e que haja cada vez menos fiscalização e punições para quem prática estes crimes.

Como Brasil porém, para o povo Brasileiro, ter uma parte do seu território sendo usurpado para se tornar propriedade privada onde alguém provavelmente irá fazer dinheiro criando gado ou plantando, é preocupante, pois é o mesmo que alguém chegar e decidir se apropriar de um pedaço da sua casa, ou do seu pátio, porém muito pior, pois existe toda uma questão ambiental internacional onde diversos países pelo mundo estão muito preocupados com as consequências climáticas que a devastação da floresta Amazônica possa causar para o planeta.

Esta constatação factual trazida a público pela BBC Brasil, somado ao discurso do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante a gravação de conversa de cúpula do governo de Jair, onde ele afirmou que "agora é a hora de passar a boiada", se referindo a leis e ações que permitissem a ocupação ao máximo das terras. O que por si também já demonstra o quanto a Bancada Ruralista está fazendo parte do alto escalão do governo Brasileiro.
Ricardo Salles foi escolhido e indicado pelo presidente Brasileiro, Jair.