Disseminadores de notícias falsas pró-governo são alvo da Polícia Federal

O presidente eleito no Brasil durante toda sua campanha e até o presente momento, sempre recebeu apoio de pessoas que tinham interesse em sua eleição. Para conseguir atingir o objetivo de eleger o presidente Bolsonaro (sem partido) um grande grupo de pessoas disseminou notícias e informações falsas, até mesmo o próprio presidente e seus filhos.
Há quem diga que unicamente em função destas notícias falsas e informações incorretas é que o presidente foi eleito e por causa disso se torna fundamental entender como estas notícias foram disseminadas e principalmente por quem, pois afinal, elas tiveram um impacto grande no destino do Brasil, de suas políticas públicas, políticas externas e na população.

As pessoas que apoiaram a candidatura e publicamente, através de perfis em redes sociais disseminaram notícias falsas ganharam notoriedade, umas inclusive sendo eleitas na onda do Bolsonarismo. Acontece que mentir para influenciar votos é crime. Com a Internet é possível rapidamente propagar notícias falsas e nem todo mundo tem s recursos intelectuais para distinguir o que é verdade ou não. Similar aos golpes de Internet, as notícias falsas são elaboradas para fazer as pessoas crerem em algo que não é verdade e aderirem a um pensamento que não tem base em dados ou realidade mas que parece ser autêntico.
Para conseguir esta proeza de enganar uma grande parcela da população, foram utilizados centenas de milhares de robôs, que são automatizados para publicar as mesmas informações em redes sociais a partir de diversos perfis, ao mesmo tempo, grupos de Whatsapp que são fáceis de esconder, transmitiram centenas de milhares de memes,  notícias falsas e desinformação durante a campanha eleitoral para presidência em 2018 no Brasil. A quantidade de notícias falsas inundou a Internet. Até mesmo sites chegaram a ser criados, com intuito de replicar e disseminar estas informações.

Agora a Polícia Federal inicia operações efetivas para investigar as pessoas que supostamente estavam diretamente envolvidas com este esquema de propagação de notícias e informações falsas.
Dependendo do resultado desta investigação a eleição de Bolsonaro poderá ser até mesmo impugnada ou sua representação como presidente poderá ser enfraquecida mais ainda.

Assista um vídeo de Henry Bugalho explicando a situação.

Este grupo investigado pode ser responsável por uma verdadeira maquina de Fake News e que através de publicações de informações falsas mantém até hoje pessoas desinformadas em muitos casos, sobre a verdadeira situação do Brasil onde o pais enfrenta uma pandemia e ao mesmo tempo, o presidente e seu grupo de ministros estão apenas agindo para obter mais poder.