Diretor do IMPE afastado do cargo por falar a verdade

No Brasil o momento político é de caos. O presidente nitidamente desqualificado para o cargo, tem um agenda política que foi gerada sem embasamento algum em informações e dados reais. A visão presidencial que norteia as políticas públicas no Brasil é de desconhecimento pleno sobre a ciência. Não é a toa que por todo mundo este governo está sendo amplamente criticado pelo retrocesso nítido que ele já vem promovendo em pouco mais de 6 meses de governo.

O mais recente escândalo internacional foi o alarmante crescimento de desmatamento da floresta amazônica Brasileira, que é um dos bens mais importantes do país, tanto por sua importância no clima, irrigação e fornecimento de água para o resto do Brasil quanto pela sua diversidade biológica e vegetal.
Evidentemente o presidente Brasileiro desconhece estes fatos, e por este motivo foi pego de surpresa em uma entrevista com jornalistas internacionais quando fora questionado sobre o nítido desmatamento florestar que vem ocorrendo agora de forma acelerada na Amazônia.
O instituto que é dedicado a fazer este monitoramento e divulgar estes dados é o INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Infelizmente, o fato do presidente não ter conhecimento nem embasamento sobre o assunto, ele preferiu em entrevista, dizer que pode haver inclusive dados errados em uma das instituições mais sólidas e importantes do pais.
O direto do INPE, Ricardo Galvão ficou ultrajado e deu uma entrevista falando óbvio, que o presidente atua como um adolescente e que fazer falsas acusações ao INPE desvaloriza não somente o instituto, os profissionais que trabalham ali, mas de certa forma a ciência aplicada em todo país.

Após passar vergonha, Bolsonaro sem saber como lidar com a situação, decidiu tomar a decisão mais errada que poderia, novamente, afastando do cargo Ricardo Brandão que é um cientista e pesquisador renomado internacionalmente.

Assista o vídeo abaixo para assistir as falas do presidente, as respostas do Ricardo Brandão e o desfecho infeliz em mais um episódio do governo brasileiro.

Evidentemente a desoneração do cientista renomado gerou mal estar no mundo inteiro, trazendo para o Brasil mais uma vez, desde que o Bolsonaro assumiu a presidência, uma desconfiança dos lideres de todo mundo  da incapacidade de governar, assim como uma revolta da sociedade científica que vê neste presidente uma pessoa que atua contra a ciência.

O canal Meteoro do Youtube fez um vídeo resumido sobre toda a situação.

O que fica claro mais uma vez é que o presidente Brasileiro não está conseguindo manter as pontas da gestão do país e sua equipe de ministros, fraca e sem conhecimento, estão também ajudando a enfraquecer a imagem do país pelo mundo.