Deserto do tamanho da Inglaterra surge no Brasil resultado da mudança climática

O mundo inteiro está experimentando o resultado das mudanças climáticas, que são diretamente relacionadas ao avanço populacional do planeta e de sua dependência em energia. Paises que mais poluem o mundo estão cada vez mais comprometidos em diminuir a emissão de gases tóxicos e que geram o efeito estufa que tanto aquece nosso planeta.
O problema é gigantesco, pois ao mudar a temperatura da terra fenomenos desconhecidos podem acontecer em decorrência das mudanças climáticas.
No Brasil devido a baixa reserva de água, corremos o risco de sofremos apagões no final do ano, o que deve prejudicar ainda mais a economia, pois sem energia, nada funciona, a produção para.
Para piorar a situação, nos últimos anos o Brasil vem experimentando um aumento enorme de queimadas, de desmatamento, e isso por si só já é uma tragédia internacional, pois a diminuição da mata atlantica no Brasil assim como a floresta amazônica causa um efeito dominó de problemas pelo mundo.
Na política, como sabemos, nada tem sido feito de efetivo para combater o desmatamento. Até mesmo denúncias de que o minístro do Meio Ambiente Brasileiro estivesse envolvido com esquemas de tentativa de legalização de exportação de madeiras de fonte ilegal.

Uma reportagem recentemente publicada na BBC Brasil informa com imagens de satélite um deserto que está surgindo no Nordeste Brasileiro. Chega a ser do tamanho de um pais inteiro como a Inglaterra. O deserto depois de estar instaurado, torna-se arido e incapaz de suportar vida. Um espaço do tamanho de um país inteiro, completamente inutilizado.

O problema maior é que não existe planejamento do governo em sanar os problemas de desmatamento, nem existe nenhum investimento substancial em pesquisa para implementação de novas tecbologias capazes de gerar energia, colocando o Brasil em uma posição extremamente vulnerável dentro do cenário internacional, onde outros paises estão amplamente evoluídos na transição das fontes de energia.

Enquanto o Brasil perde, dentro do seu território um espaço gigantesco de produção, ao mesmo tempo, perde também o prestígio do resto do mundo que está cada vez mais cético com relação a capacidade do Brasil de cuidar dos problemas climáticos, e agora que todos entendem como funcionam os sistemas climáticos globais, se torna mais importante ainda a preservação das florestas e matas que existem no mundo todo. A medida que estas são devastadas, as mudanças climáticas vão se tornando mais intensas e imprevisíveis e o terreno do solo Brasileiro também vai se tornando cada vez mais infértil.

Talvez o governo atual, por ser extremamente voltado a visões religiosas, tenha dificuldade de lidar com os problemas climáticos que estão afetando o mundo todo, mas é importante perceber que só oração não irá solucionar o problema. Outros paises estão já há anos buscando soluções inovadoras, enquanto isso, o Brasil vai se tornando cada vez menos competitivo e menos eficiente por causa da falta absoluta de medidas que parem o desmatamento e ao mesmo tempo a indústria praticamente inexistente de produção de energia limpa.

Está nítidamente na hora de haver um processo de conscientização maior sobre os problemas climáticos entre a população Brasileira para que ela possa, de fato, cobrar ações efetivas para os problemas que estão devastando o país e colocando o Brasil em uma posição muio fragil em relação ao resto do mundo.