Canal Meteoro lança resumo sobre José Ricardo Santana na CPI

O Brasil passa por momentos difícieis. A medida que a CPI que investiga os motivos do atraso em vacinação, a disseminação de propagandas enganosas para tratamentos preventivos ineficientes e a péssima gestão da pandemia no Brasil que resultou em mais de 500 mil mortes, a cada novo dia, novas evidências vão surgindo que demonstram que haviam, ao que tudo indica, uma grande quantidade de operações ilegítimas buscando se beneficiar do problema sanitário Brasileiro e lucrar com isso.

José Ricardo Santana foi ouvido na CPI e seu silência mostrou que muito do que está sendo investigado tem base sólida e que sua participação foi provávelmente ciente do que estava fazendo e as pessoas envolvidas, também.

Os escândalos diários da CPI da Covid não são o único problema do Brasil, pois a gestão do governo está um caos.
A inflação chegou com tudo, e está batendo em todos os setores, desde o acesso a alimentação, gás de cozinha, combustível, tornando a vida dos Brasileiros cada vez mais insuportável. O Minístro Paulo Guedes que tanto foi elogiado no início das propagandas eleitorais, agora já é há muito tempo desmascarado como uma pessoa sem capacidade alguma de estar no cargo que detem.
Ao analisar a longa lista de cargos e de minístros que estiveram e que estão atuantes hoje no governo, durante a gestão de Bolsonaro, podemos ver uma aumento substancial de militares, o que geralmente indica cargos paralizados, ou pessoas que fazem apenas aquilo que lhes é ordenada, mas que, não tem de fato a mínima capacidade para exercer o cargo e portanto, acabam deixando as engrenagens paralizadas.

Ao mesmo tempo, uma verdadeira enchurrada de evangélicos e outras pessoas relacionadas a seitas religiosas fanáticas, começam a articular estratégias para cada vez mais imporem sua visão religiosa retrograda ao povo Brasileiro.
Todos estes problemas, não são devidamente tratado e concertados pela administração governamental do Jair Bolsonaro, pelo contrário, são incentivadas.