A crise internacional batendo a porta

Foi divulgado recentemente que apesar do Brasil ter uma margem de crecimento em relação ao mesmo periodo ano passado, maioria das negociações de exportação são negociados com antecedência, o que faz parecer que a crise ainda não chegou, mas é possível que esteja chegando.

Divulgado hoje pela manhã no Estadão:

 Ministério da Indústria e Comércio Exterior divulga um quadro com 22 produtos para os quais fornece dados sobre o valor exportado, o volume, e o preço em relação ao mês anterior. Entre os 22 produtos, 6 são produtos manufaturados, 2 são semimanufaturados e 14 são produtos básicos. Verifica-se que 4 dos manufaturados apresentam uma redução de volume e de preços, por efeito da depressão dos países ricos. Os dois semimanufaturados acusam redução de volume e só um de preço, o alumínio, com redução de 54,4% de volume, o que mostra claramente a profundidade da crise.

Podemos estar frente a crise internacional, mas como estamos no Brasil, um pais grande e muito rico, talvez a gente consiga evitar problemas maiores internamente.

Eu entendo que se o Brasil não puder continuar exportando no mesmo volume, perdemos dinheiro, mas devemos focar na nossa economia interna, nos negócios locais, estes sim não podem ser prejudicados ou pelo menos não deveriam ser prejudicados pelo problema que vem se estabelecendo fora do pais.

Veja a matéria completa com mais informações estatísticas no site do Estadão.

PS: o site (Estadão) fica atualizando de tempos em tempos, não se assustem, isso acontece para ficar trocando os banners de publicidade.