28 Weeks Later

A continuação de 28 Days Later, um dos filmes de terror/zumbi mais bem feitos dos últimos tempos não deixa nada a perder nesta nova parte da historia do vírus que ataca a Inglaterra.
Depois de 28 semanas do ataque inicial do vírus, os contaminados morreram, o exercito chega para iniciar uma reconstrução da população, trazendo civis para popular a cidade.
A historia que se desenrola é fenomenal.

O filme é autêntico como o primeiro, e tem pitadas de suspense, e um enredo muito bem bolado.
As cenas de terror, gore e sangue são extremamente bem elaboradas, seguindo as clássicas do primeiro, e a trilha sonora continua sendo excepcional!
Depois de estarem todos os novos civis em um setor da cidade, as crianças filhas de um dos projetistas da reconstrução decidem sair dos limites da segurança para visitarem sua antiga casa, lá eles encontram sua mãe, viva, ao contrário do que seu pai havia dito. A mulher possue alguma proteção natural contra o vírus que o impede de agir em seu organismo.

No início do filme, o marido abandona a mulher em frente a um ataque de contaminados. Descobrir que a mulher está viva também é uma surpresa pra ele.
Infelizmente toda a segurança do local não é bastante para assegurar que o virus que nela reside se espalhe novamente, e um beijo entre o casal reencontrado é o suficiente para que o terror se alastre.

Um filme que vale a pena assistir, principalmente se você já assistiu o primeiro.

Informações técnicas no filme podem ser encontradas no IMDB